sexta-feira, 7 de junho de 2013

Poesia - Delícia de Azul

O mar tem poderes, só pode!
O som, a cor, a água...
O vento, o cheiro, o toque.
Quando eu era criança,
achava que o mar era gente
uma entidade consciente

ele falava comigo, me desafiava
me seduzia, me apaixonava.

Estender a cama canga
deitar quase nua na areia
senti-lo me tocar
desde os pés
até tomar-me por completo

Me irrita morar tão perto
e vir tão pouco
banhar-me então... quase um ano!

Acho que pecado é isso também
me abster do prazer
e esse é tão simples e puro...

Puseram Maria Rita pra tocar
Sei que foi o mar...
Me tentando a pular de roupa e tudo
e voltar salgada pra casa

Hoje não vou beijá-lo
mesmo com esse azul esverdeado
me tentando a me entregar
Mas depois de todo esse desejo
na próxima é bikini e corpo inteiro

Faço até oferenda de mim
levo o som e dou o corpo inteiro
Ah mar... Ah sol... ah vento...
é a vocês que pertenço.

(numa breve fugida pra praia dos cavaleiros entre a o trabalho e voltar pra casa)

3 comentários:

  1. Como sempre, arrasando no palavrear..
    Saudades amiga, muitas meeeeesmo! @_@

    Tô te seguindo aqui, dá um pulo no meu blog qndo tiver um tempinho.
    eunecessitodizer.blogspot.com

    BeijoOs

    ResponderExcluir
  2. Linda poesia aliada a belíssima paisagem nos faz viajar através da mente para lugares aconchegantes e tranquilos.

    ResponderExcluir